Páginas Principal > Passeio à Descoberta das Ruas > Uma Passeata pelas Ruas de Macau > Traços Legados pelos Poetas Modernos de Macau > Praia Grande e Praia do Bom Parto

Praia Grande e Praia do Bom Parto

    A baía da Praia Grande também integrava a lista das “Dez (Melhores) Paisagens de Macau”, e foi descrita nos poemas de Yin Guangren. Antes dos aterros do início do século XX, a zona em redor do Jardim de S. Francisco fazia parte da baía e a paisagem era tão espectacular que inspirou muitos poetas. Em 1924, o governo dinamitou uma série de rochedos marinhos que se situavam entre a Praia Grande e a Praia do Bom Parto. Após a explosão, surgiu das gretas um repuxo de água, o que levou Wang Zhaoyong a chamar-lhe “Fonte das Virtudes”, inspirando assim o seu círculo de amigos poetas a comporem poemas sobre a dita fonte.
 
    Antigamente, a mansão do notável historiador Lei Chai Tong situava-se onde hoje se ergue o Edifício Wan Keng, na Avenida da Praia Grande e nela residiu Shang Yanliu durante a sua estadia em Macau.
 
    No século XIX, a Praia Grande e a Praia do Bom Parto eram os locais preferidos de reunião de Liang Yanming, Xian Yuqing, dos membros da Sociedade de Poetas “Xue” e também de poetas portugueses como José dos Santos Ferreira, Camilo Pessanha e Arnaldo de Lima.

 
Endereço: Praia Grande e Praia do Bom Parto, Macau
Rede de autocarros: 9、9A、18、23、28B、32(Praça de Jorge Álvares)6、9、9A、16、23、28B、32(Pátio do Pagode)
Próximo local: 13 minutos por caminhar

Informação detalhada
A Praia Grande e a Praia do Bom Parto Poiso de Poetas Chineses e Ocidentais
Praia Grande e Praia do Bom Parto