Largo de Santo Agostinho

O Largo de Santo Agostinho, localizado na Freguesia de São Lourenço, é uma pequena praça em cima da Colina da Mó (磨盤山), e o seu nome já constava no “Cadastro das Vias e Outros Lugares Públicos da Cidade de Macau”, publicado em 1925. O nome chinês do largo é “Gangding (崗頂)”, como foi apelidada a Colina da Mó (磨盤山), e o nome português é, por sua vez, “Largo de Santo Agostinho”.
O Largo de Santo Agostinho concentra vários edifícios classificados, tais como o Seminário de S. José, o Teatro D. Pedro V, a Igreja de Santo Agostinho e a Biblioteca Sir Robert Ho Tung. Em 2005, o largo, que faz parte do Centro Histórico de Macau, foi incluido na Lista do Património Mundial. O Seminário de S. José é conhecido como a principal base de implementação do trabalho missionário do catolicismo no Oriente, e a Procissão do Nosso Senhor Bom Jesus dos Passos, organizada anualmente pela Igreja de Santo Agostinho, é uma das actividades católicas mais importantes em Macau. O Teatro D. Pedro V é o primeiro teatro de estilo ocidental na China, e a Biblioteca Sir Robert Ho Tung, por sua vez, é uma biblioteca ao estilo de um jardim, com valor histórico, cultural e arquitectónico.
     Tal como os edifícios circundantes, o Largo de Santo Agostinho também pode reflectir o estilo do Sul da Europa, contando com calçadas portuguesas, pavilhões de cor verde escura, árvores de pagode em forma de guarda-chuva e vários bancos de madeira. É um local tranquilo e confortável, onde as pessoas podem conversar e descansar.

Largo de Santo Agostinho