Rua das Lorchas

 A Rua das Lorchas, localizada na Freguesia de São Lourenço, na parte ocidental da Península de Macau, tem cerca de 300 metros de comprimento e quase 22 metros de largura, sendo uma rua de cimento na direcção Noroeste-Sudeste. Tem início no cruzamento da Rua do Visconde Paço de Arcos com a Avenida de Almeida Ribeiro (San Ma Lo), a norte, e comunica com a Rua do Almirante Sérgio na Praça de Ponte e Horta, a sul. O registo mais antigo da rua está no “Cadastro das Vias e Outros Lugares Públicos da Cidade de Macau”, publicado em 1925.
   A rua, cujo nome chinês e português têm o significado de “lorchas”, recebeu o seu nome pela sua localização na zona portuária das embarcações. As lorchas eram barcos à vela que navegavam entre Macau, sudeste asiático, Japão e Coreia do Norte no século XIX. Após a popularização do navio a vapor, as lorchas foram desaparecendo gradualmente.
   A Rua das Lorchas foi um resultado do aterro marítimo pela administração portuguesa em Macau no início do século XX e tornou-se numa das ruas mais animadas da Península de Macau naquela época. Nos anos 40 e 60 do século XX, o período mais próspero da indústria de panchões de Macau, a Fábrica de Panchões Kong Heng Tai construiu nesta rua um edifício de escritórios.
   Além disso, na Rua das Lorchas também se situam alguns edifícios históricos, como o Terminal Marítimo de Passageiros do Porto Interior e o Edifício Kee Kwan.

Rua das Lorchas