Páginas Principal > Passeio à Descoberta das Ruas > Uma Passeata pelas Ruas de Macau > Traços Legados pelos Poetas Modernos de Macau

Traços Legados pelos Poetas Modernos de Macau

    Desde há séculos que Macau, para além de destino turístico e de negócios, tem sido refúgio ou residência temporária de muitos intelectuais e homens ilustres. Há quem defenda que Luís Vaz de Camões foi o primeiro poeta português a escrever versos em Macau e Tang Xianzu, poeta e dramaturgo da dinastia Ming, o primeiro chinês a escrever poemas sobre a cidade.

    Sempre que na China ocorriam grandes mudanças políticas, muitos dos seus poetas mais destacados refugiavam-se em Macau. Em finais da dinastia Ming, foi o caso de Tian Ran, Shi Jishan, Dan Gui, Qu Dajun, Wu Yushan e Wu Li e, em finais da dinastia Qing, foi a vez de Dai Honghui, Wang Zhaoyong, Wang Zhaoquan, Zhang Xuehua, Wu Daorong, Liang Qinggui e Cui Siguan. Após a fundação da República da China, Feng Qiuxue, Feng Yinxue, Liang Yanming, Zheng Zheyuan, Xian Yuqing, Zhao Liancheng e Shang Yanliu passaram a residir para Macau.

Total de tempo da viagem, por caminhar: 2 hora e 5 minutos

Anexo
Folhetos (Download)



Colina de D. MariaA Ilha Verde e Templo de Lin FongTemplo de Pou ChaiJardim das Delícias (Yu Yuen) e Jardim Cheong
Colina de D. MariaA Ilha Verde e Templo de Lin FongTemplo de Pou ChaiJardim das Delícias (Yu Yuen) e Jardim Cheong
Casa do Mandarim Praia Grande e Praia do Bom PartoIgreja de São Paulo Jardim de Luís de Camões
Casa do Mandarim Praia Grande e Praia do Bom PartoIgreja de São Paulo Jardim de Luís de Camões
Templo de A-Má    
Templo de A-Má